Situação bastante comum é ter um imóvel “parado” no mercado. Evite este verdadeiro prejuízo seguindo estas dicas…

1. Desapegue-se

Eu sei que todo imóvel leva uma história, e muitas vezes é a história de uma vida! Pode ser difícil e doloroso encerrar aquele capítulo. Mas preste atenção: se você não quiser tornar esta experiência ainda mais dolorosa, faça o seu melhor para de desapegar e vender este imóvel o mais rápido possível.

2. Contrate um profissional

Contrate de preferência a caráter de exclusividade. Você só tem a ganhar e a imobiliária só tem a ganhar. O famoso “ganha-ganha”. Você vai ter apenas uma pessoa conhecendo a sua rotina, fazendo agendamentos e mantendo o controle de quem acessa a sua casa, além de ter mais segurança no momento de negociar. Infelizmente hoje temos profissionais sem ética no mercado (como em qualquer área), que podem tornar a venda do seu imóvel num verdadeiro leilão.

3. Deixe o imóvel regularizado

Verifique os critérios legais e de financiamento para venda de um imóvel e certifique-se de que está tudo em dia, mantendo o seu corretor de imóveis informado em relação à isto. Uma das situações mais frustrantes é encontrar um comprador e, no momento de assinar o contrato, constata-se que o imóvel tem alguma pendência ou ônus. Ou até mesmo, o vendedor. Muitos são os casos onde não se consegue uma certidão, em decorrência de algum débito menor de algumas dezenas de reais (uma taxa esquecida de 80 reais na Receita Estadual por exemplo).

4. Manutenção em dia

Não deixe pequenos reparos para trás! As pessoas querem comprar um imóvel de alguém que seja zeloso e organizado, pois  assim sabem que aquilo que não está ao alcance dos seus olhos também está bem cuidado e não será problema mais tarde.

5. Despersonalize o imóvel

O imóvel gera muito mais interesse quando a pessoa entra e consegue ver a si mesma (e sua família) naquele ambiente, isto acontece de forma muito mais eficaz em um ambiente de cores neutras e bem iluminado. O que vende muito é luz e espaço. Tire excesso de móveis e coisas pessoais (porta retratos, enfeites, quadros…).

6. Facilite o acesso

As pessoas normalmente não se sente muito à vontade quando visitam um imóvel e o proprietário está presente. Se sentem um pouco constrangidas e “invadindo” a casa de alguém. Para quebrar esta percepção, basta seguir alguns cuidados simples. Primeiro, seja cortês e discreto. Deixe que o seu consultor conduza a visita. Outro detalhe importante, é deixar as portas e janelas abertas, para não causar a sensação de estar quebrando a privacidade do local. Além de que cria a sensação de “bem vindo” e torna tudo mais agradável.

7. Higiene e Odores

É claro que uma casa não pode estar 100% do tempo limpa e arrumada, mas tome cuidado com alguns detalhes básicos como, por exemplo, cheiro de cachorro e cigarro. Além da impressão de limpeza, as pessoas podem ter alergias ou fobias (acredite, isto acontece).

 

Concentre-se em conseguir aquilo que você quer: vender o seu imóvel no menor tempo possível, com o menor risco e pelo melhor preço pago pelo mercado naquele momento.


Lucas Wendling

Corretor de Imóveis, empreendedor e entusiasta das relações digitais.

Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published.